4 dicas de como calcular os gastos com uma viagem

Não importa se você é econômico ou se ama fazer compras e conhecer os melhores restaurantes, uma coisa é certa: planejamento financeiro é fundamental na hora de viajar. Calcular gasto com viagem é o que permitirá um passeio tranquilo e sem surpresas que comprometam o orçamento.

Ao contrário do que algumas pessoas pensam, organizar os valores de uma viagem não é tão difícil quanto parece. Separamos algumas dicas de planejamento úteis para qualquer viajante. Confira!

1. Defina o estilo de viagem

Antes de tudo, é preciso saber o tipo de experiência que procura. Vai fazer uma viagem de baixo custo ou está de férias e se permite alguns luxos? Na hora de se locomover, a prioridade será o transporte público ou prefere táxi?

Esse tipo de definição norteará toda a organização e, com ela, os próximos cálculos serão feitos com mais coerência. Se, por exemplo, você já define que não abre mão do quarto privado, não dá para calcular as despesas de hospedagem baseadas nos valores de acomodações compartilhadas de um hostel. Da mesma maneira, valores destinados para locomoção devem considerar como ela será feita (ônibus, metrô, carro, táxi ou trem).

2. Faça um roteiro

Montar o roteiro antes de viajar não significa criar uma rota engessada ou pouco natural. Pelo contrário, ele fará com que aproveite mais, de maneira programada e ainda ajudará a calcular o gasto com a viagem.

É no roteiro que você decidirá questões como quais atrações quer visitar e as melhores formas de se deslocar de um ponto a outro. Verifique também o valor das entradas dos pontos turísticos e cogite contratar guias de turismo para tornar seu passeio ainda mais produtivo. Com eles, é possível conhecer ainda mais sobre a história de cada lugar, além de serem menores as chances de se perder em algum lugar, por exemplo.

Ainda, não deixe de pesquisar sobre cartões promocionais de metrô, ônibus turísticos e outras formas de locomoção no seu destino. Compare serviços e valores para encontrar o custo-benefício que melhor lhe atenda.

3. Crie um checklist

Crie uma lista com todos os gastos que precisará fazer. Tente ser o mais realista possível. Comece com aqueles principais, referentes à documentação necessária, passagem, hospedagem e seguro viagem.

Em seguida, inclua o preço daqueles itens dos quais você faz questão. O valor do ingresso de um show que não quer perder, o valor estipulado para as lembrancinhas da família, um day tour realizado por uma agência específica. Fique atento até mesmo à possibilidade de fechar pacotes turísticos, que tornam a viagem mais segura e diminuem as chances de imprevistos.

Fazendo isso, só o que ficará sobrando para incluir nos cálculos são os custos mais típicos e, geralmente, menores. Além disso, determinando bem o que será gasto e com o quê, fica mais fácil escolher do que abrir mão se a opção for economizar.

4. Pesquise valores

Talvez essa seja a dica principal. Quanto mais pesquisa, mais próximo de um valor real você chegará. Compare valores, procure na internet algum blogueiro que viaje em um estilo parecido com o seu, converse com aquele seu amigo que já visitou o lugar para onde você irá, visite sites e agências e assessorias de viagens. Busque informações!

Quer jantar em um determinado restaurante? Veja se o estabelecimento possui um site e consulte o menu. Dessa forma, você evita surpresas e já fica consciente do quanto precisará reservar para ir até lá.

Calcular gasto com viagem é uma forma de se antecipar para que, posteriormente, possa curtir seu destino sem que isso se torne um problema para o seu bolso. Além do mais, ter uma ideia de valores pode ser o pontapé inicial para tirar do papel aquela viagem tão sonhada. Então, mãos à obra!

Quer continuar acompanhando as melhores dicas para sua viagem? Siga nossas páginas nas redes sociais! Estamos no Facebook, Instagram e YouTube

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *